Compartilhe

domingo, 23 de junho de 2013

O óleo de peixe (Omega3) faz bem para a sua saúde



Encontrado em peixes gordos ou suplementos, óleo de peixe pode fazer maravilhas, de prevenção de doenças inflamatórias para reduzir o risco de acidente vascular cerebral em pessoas com doenças cardíacas.

Há uma boa razão para que a American Heart Association recomende que a maioria das pessoas comam peixe - particularmente gorduroso - pelo menos duas vezes por semana para a saúde do coração. Os peixes gordos tem altos níveis de ácidos graxos ômega-3, que são nutrientes essenciais que o corpo não pode fazer por conta própria.

A pesquisa mostrou que o óleo de peixe oferece muitos benefícios para a saúde, mas as mais fortes evidências apontam para benefícios do óleo de peixe para a saúde do coração . O óleo de peixe tem sido demonstrado que:

- Baixa triglicéridos - gorduras que são prejudiciais em níveis elevados (o seu papel em colesterol elevado, no entanto, não é claro)
- Reduzir o número de acidentes vasculares cerebrais em pessoas com doença cardíaca
- Prevenir doenças cardíacas
- Desacelerar o acúmulo de placas ateroscleróticas, também chamado de endurecimento das artérias
- Ligeiramente reduzir a pressão arterial

Mais Benefícios: redução da inflamação

Porque a maioria dos benefícios do óleo de peixe provêm de propriedades anti-inflamatórias do omega-3, diz clínica nutricionista Stella Metsovas, BS, CN, de Laguna Beach, CA., Óleo de peixe pode desempenhar um papel no tratamento e prevenção de condições inflamatórias, tais como artrite artrite, colite ulcerativa, e osteoporose .

"As condições inflamatórias como a artrite reumatóide e osteoporose são especialmente fascinante para mim porque a corrente [tratamento] métodos [por exemplo, a suplementação de cálcio] não são tão promissores quanto uma vez que o esperado", diz Metsovas.

Mais benefícios: O que mais faz

Enquanto peixe tem tido por muito tempo uma reputação como um alimento para o cérebro, estudos recentes têm mostrado que o óleo de peixe pode ajudar especificamente com:

- Depressão
- Transtorno de déficit de atenção
- Desenvolvimento do olho-cérebro infantil
- Doença de Alzheimer
- Esquizofrenia
- O transtorno bipolar
- Outros distúrbios cerebrais

Alguns estudos estão investigando o papel que o óleo de peixe pode desempenhar na prevenção da perda de peso causada por medicamentos contra o câncer, reduzindo o crescimento de células de câncer de cólon, e baixando as taxas de rejeição para o coração e os pacientes transplantados renais. Outros ainda estão olhando para o óleo de peixe para ajudar com os olhos secos, glaucoma e degeneração macular relacionada à idade, que pode causar cegueira.

Óleo de peixe: Peixe ou suplemento?

Seu corpo não faz ômega-3. Para obter a quantidade que você precisa, você tem que comer alimentos que possuem ômega-3 ou tomar suplementos. Além de peixes gordos, ómega-3 são encontrados em alguns óleos de nozes (nozes inglês) e óleos vegetais, como óleo de canola, linhaça e linhaça, oliva e soja. O óleo de peixe tem dois ácidos gordos essenciais, o ácido eicosapentaenóico (EPA) e ácido docosahexanóico (DHA), enquanto a porca de fontes vegetais e conter o ácido alfa-linolénico ácido gordo (ALA). Alguns estudos sugerem que os benefícios de EPA e DHA são maiores do que as do ALA.

"Embora eu possa ter alguma críticas de vegetarianos e vegans, as melhores fontes de ômega-3 são de origem animal ", diz Metsovas. Alimentos fontes incluem ómega-3 gemas de ovos enriquecidos, peixes gordos, óleo de krill e carne grass-fed. Ela recomenda 1 grama de ácidos gordos por dia. Uma porção de 3,5 gramas de peixe tem sobre esse montante.

Como a maioria dos nutricionistas, Metsovas recomenda comer peixe em vez de tomar suplementos. Quando isso não é possível, diz ela, olhar para os óleos de peixe de alta qualidade que oferecem fontes concentradas de ômega-3 por cápsula.

Verifique com seu médico antes de tomar doses mais elevadas de óleo de peixe - mais de 3 gramas por dia. Pessoas sobre as drogas anti-coagulantes deve tomar cuidado extra, como o óleo de peixe pode causar sangramento excessivo.

Óleo de peixe: Cuidado com Mercúrio

Um problema com o consumo de peixe é que ele pode conter níveis elevados de mercúrio e outros contaminantes ambientais, tais como bifenilos policlorados (PCBs). A solução pode ser a de escolher o peixe pelo seu tamanho.

Pequenos peixes, como sardinhas, tendem a acumular menos toxinas, porque eles são mais baixos na cadeia alimentar. Evite peixes maiores como o tubarão ou o espadarte porque quanto maior o peixe, mais mercúrio que pode ter.

Além disso, mariscos, salmão ou peixe-gato pode ser menor em mercúrio. Se você está pensando em comer peixe dos lagos locais, rios ou riachos, em primeiro lugar verificar se algum alertas sobre os níveis de mercúrio ou contaminantes foram emitidas.

Você também precisa ter cuidado com as falsas alegações, Metsovas diz, a respeito da real pureza e frescura de suplementos de óleo de peixe. Estudos recentes sugerem que muitos óleos de peixe são propensos a oxidação dentro de alguns dias de tratamento. Ela diz que você deve comprar o óleo de peixe de alta qualidade que acrescentou antioxidantes, como a vitamina E, ou uma mistura de diferentes formas de vitamina E, chamado de mistura de tocoferóis, para fazer o óleo menos propenso a quebrar e se tornar rançoso. Metsovas também diz que não existe uma definição padrão de óleo de peixe de grau farmacêutico. Muitas empresas vão atribuir notas a seu produto para gerar preço de varejo maior.

Estudos mostram que o óleo de peixe tem muitos bons benefícios, incluindo a promoção da saúde do coração e prevenção de doenças inflamatórias. Então, comer peixe com freqüência, e quando você não pode, tomar suplementos de óleo de peixe.

Por Beth W. Orenstein, Medicamente revisado por Lindsey Marcelino, MD, MPH


x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x 



HERBALIFELINE -  Óleo de Peixe com Ômega 3 em cápsulas 


É uma exclusiva combinação de óleos marinhos altamente refinados, fonte de Ômega 3, especialmente EPA e DHA.

Por que consumir?

• O consumo de ácidos graxos Ômega 3 auxilia na manutenção de níveis saudáveis de triglicerídeos (gorduras “ruins”)
• Contém 200 mg de Ômega 3 por cápsula
• Não deixa sabor de peixe
• Composto por lipídios marinhos
• Contém 54% da ingestão diária recomendada de Vitamina E

Sugestão de uso

• Uma cápsula por dia após qualquer refeição
  
Pessoas que apresentam doenças ou alterações fisiológicas, mulheres grávidas ou amamentando (nutrizes) deverão consultar médico antes de usar o produto. 


Posso comer feijoada, pizza ou fast food?

video

Sonia Tucunduva Philippi é nutricionista, mestre e doutora em saúde pública pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (FSP-USP). Livre-docente pela USP, é professora do Departamento de Nutrição e orientadora de pós-graduação na FSP-USP e no PRONUT, além de atuar como pesquisadora na área de técnicas e métodos diagnósticos na avaliação nutricional e alimentar de populações.

fonte: http://youtu.be/54mNPl1XMQM

x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x


Para essas horas, tenha sempre em mãos o FIBERBOND:

O Fiberbond é um suplemento de fibras formulado com exclusiva combinação de fibras de aveia e beterraba, que complementa as necessidades de fibras do organismo, com alto teor de fibras (56 g de fibras em 100 g), com fibras solúveis e insolúveis importantes para o bom funcionamento do intestino. Sugestão de uso: Dois tabletes a cada refeição, três vezes ao dia.

Stress acelera o envelhecimento biológico (tenha uma vida mais saudavel)



Estudo realizado pela Universidade de Umea (Suécia), publicado no periódico Biological Psychiatry, revela que a depressão e o stress crônico podem acelerar o envelhecimento biológico.

Para realizar a pesquisa, foram feitos dois testes. No primeiro, mediram o comprimento dos telômeros - parte externa do cromossomo que encurta ao passo que a idade avança -  de  91 pacientes com depressão recorrente e de 451 pessoas saudáveis. Já no segundo experimento, identificaram os níveis de stress dos voluntários, tanto biologicamente, por meio da quantidade de cortisol (hormônio ligado ao stress), como subjetivamente, a partir de um questionário.

Segundo os resultados, o menor comprimento dos telômeros foi associado com um estado alto de cortisol em ambos os grupos. "O teste revelou que os níveis de hormônios indicativos de stress crônico são associados ao envelhecimento dos cromossomos. Os pacientes deprimidos têm comprimentos menores comparados a indivíduos saudáveis. Essas pessoas sofrem com mais oscilações hormonais, provando que o stress desempenha um papel importante no processo” explica o autor da pesquisa Mikael Wikgren.

Os especialistas afirmam que a ligação entre o stress e o encurtamento dos telômeros está cada vez mais forte nas pessoas, mas que ainda é cedo para dizer se essa variação de comprimento é apenas um marcador ou se tem alguma função mais específica em relação à danos na saúde. “Os resultados atuais sugerem que os níveis de cortisol pode ser um contribuinte, mas ainda não está claro se as modificações sofridas têm um significado além de um biomarcador", diz editor do Biological Psychiatry,  Dr. John Krystal.

Fonte: Science Daily

x-x-x-x-x-x-x-x

Skin Activator Daily Replenishing Cream

Ajuda a fornecer a nutrição que a pele necessita para manter uma aparência mais jovem e saudável

Por que utilizar? Testes clínicos comprovaram que após 4 semanas de uso contínuo do complexo Glucosamina ocorre a redução visível das linhas finas e rugas, além de melhorar a textura da pele.

Indicação

• Homens e mulheres com mais de 35 anos
• Todos os tipos de pele
• Uso diário, após limpar e tonificar a pele

Principais ingredientes

• Glucosamina: estimula a produção de colágeno
• Óleo de amêndoas: tem propriedade hidratante
• Chá verde: ingrediente natural com propriedade antioxidante

Modo de uso

1. Aplique o creme na pele limpa e tonificada com movimentos circulares e de dentro para fora
2. Evite a região dos olhos
3. Não enxágue

Para maiores informações sobre produtos, preços, como comprar e oportunidade de negocio, por gentileza entre em contato com a Distribuidora Independente Herbalife:

SILVANA COSTA GONÇALES
silvana.goncales@globo.com
cel. (11) 97153-0245

Sedentarismo mata mais que cigarro (dicas de vida saudavel)


Fumar mata 5 milhões de pessoas por ano. No mesmo tempo, o sedentarismo leva 5,3 milhões de vidas

Com a proximidade dos Jogos Olímpicos de 2014, um grupo de pesquisadores de várias partes do mundo pensou que seria um bom momento para chamar a atenção para os riscos de vida provocados pelo sedentarismo. Sabemos dos benefícios das atividades físicas, por isso é preocupante que cerca de um terço da população não pratique exercícios.

Para tentar entender o tamanho do problema, estimamos o peso da inatividade física em algumas doenças não transmissíveis que matam pessoas no mundo inteiro. Focamos em patologias que a ONU aponta como ameaças globais à saúde, o que inclui as doenças cardíacas, diabetes tipo 2 e câncer — mais especificamente os de mama e cólon, que vêm sendo relacionados ao sedentarismo. Também tentamos estimar quantas mortes seriam evitadas se cada pessoa inativa fisicamente se tornasse ativa e como isso impactaria a média de expectativa de vida das pessoas ao redor do mundo. Os resultados mostraram que uma parcela de 6% a 10% da ocorrência das doenças mencionadas são provocadas pelo sedentarismo. Se a inatividade fosse totalmente abolida, teríamos 5,3 milhões de vidas poupadas e a população mundial viveria, em média, 6 meses e 24 dias a mais.

Para termos ideia do que isso significa, podemos comparar com as estatísticas do cigarro, amplamente aceito como um grande mal à saúde. Fumar causa cerca de 5 milhões de mortes por ano no mundo inteiro. Um pouco menos do que as 5,3 milhões de vidas perdidas no mesmo período devido à falta de exercícios no dia a dia.

Muitas pessoas têm o mau entendimento de que é necessário ser um atleta — o que não é verdade. Estudos mostram que praticar 150 minutos semanais de exercícios moderados é suficiente. Assim, caminhar meia hora 5 vezes por semana já tiraria uma pessoa da categoria dos sedentários.

Muita gente também questiona o que são as atividades moderadas. A dica que gosto de dar é que você precisa sentir seus batimentos cardíacos aumentarem de forma que consiga manter uma conversa com um amigo, mas que não tenha fôlego suficiente para cantar. Qualquer exercício que se encaixe nesse perfil é válido: de nadar a pedalar. Mas não é preciso se matricular em uma academia. Fazer jardinagem, dançar, brincar com as crianças, passear com o cachorro ou ir à pé até o trabalho também se incluem nessa categoria. São atividades que contribuem para a saúde. Iniciá-las e mantê-las no cotidiano é um bom negócio, tanto quanto parar de fumar.

Fonte: I-Min Lee, Professora Saude Publica da Universidade de Harvard

x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x

Cuide-se melhor, conheça a linha de emagrecimento e controle de peso - clique aqui!
Cuide-se melhor, conheça a linha de emagrecimento e controle de peso - clique aqui!





sexta-feira, 21 de junho de 2013

5 dicas para aliviar o estresse rapidamente no trabalho



Alguns exercícios podem ajudar você a aliviar o estresse rapidamente, mesmo se estiver sentado na cadeira no escritório. Confira as dicas

Administrar a tensão não é apenas importante, mas sim essencial se você deseja realizar bem seu trabalho e equilibrar as áreas da vida, pessoal e profissional

O estresse excessivo pode atrapalhar, e muito, o seu trabalho. Além de prejudicar o equilíbrio emocional e concentração, ele afeta outras áreas do seu corpo como a imunidade a doenças virais e a qualidade do sono, por exemplo. Administrar a tensão não é apenas importante, mas sim essencial se você deseja realizar bem seu trabalho e equilibrar as áreas da vida, pessoal e profissional. Para ajudar você nesse desafio, separamos alguns exercícios muito eficientes que podem ser feitos na cadeira do escritório em apenas alguns minutos.

Confira cinco exercícios para aliviar o estresse rapidamente no trabalho:

Quando estiver se sentindo agitado: Livre-se da tensão e agitação da seguinte forma: escolha um local com mais espaço aonde você possa se movimentar. Dê quatro passos largos enquanto inspira o ar lentamente, depois expire todo o ar enquanto dá outros quatro passos. Repita isso por pelo menos três minutos, quanto mais tempo melhores os resultados.

Quando você precisa de um momento sozinho: Depois de uma reunião ou telefonema estressante tudo o que você precisa é de um momento sozinho para equilibrar novamente sua mente e corpo. Sente-se no chão em uma posição confortável e alinhe a coluna corretamente. Olhe para o ponteiro dos segundos de um relógio; inspire por três segundo e expire lentamente durante outros três. Repita essa atividade por pelo menos três minutos.

O exercício do gato: Sente-se de forma ereta em uma cadeira e coloque as duas plantas dos pés no chão. Depois, coloque as duas mãos do joelho e "dobre" as costas com a barriga para dentro, formando uma forma côncava com a coluna. Expire enquanto acha a posição. Solte todo o ar e depois, lentamente, inspire colocando a coluna na direção oposta, ainda com as mãos no joelho. Repita cinco vezes.

De um lado para o outro: Ainda sentado, inspire o ar e levante os braços, esticando-os o máximo que conseguir. Mova-se para a direita enquanto expira. Para voltar ao centro, inspire novamente. Depois, expire enquanto move-se para a esquerda. Repita cinco vezes.

Twist: Sentado e com os braços flexionados na altura na cintura, expire e gire o tronco para a direita. Inspire novamente para voltar ao centro e depois gire expirando para a esquerda. Repita cinco vezes.



Dormir mal provoca ganho de peso!!!




Pesquisa norte-americana revela que dormir mal contribui para o aumento de peso. Pessoas que dormem menos de 7 horas têm uma forte tendência a desenvolver obesidade

Outros dados mostram que a falta de sono contribui para o aumento do consumo de calorias e alimentos ricos em gordura e açúcar

De acordo com um estudo da Universidade de Berkeley, nos Estados Unidos, as pessoas que não dormem o suficiente são afetadas na sua capacidade de tomar a decisão correta ao escolher os alimentos. Os pesquisadores descobriram que a relação entre o sono e a capacidade de tomar decisões inteligentes é íntima, e as pessoas que dormem menos de 7 horas tem uma forte tendência a desenvolver obesidade.

O estudo foi realizado com 23 adultos que tiveram suas atividades cerebrais digitalizadas. No primeiro teste, os pacientes foram induzidos a ter uma noite de sono completa, na segunda ocasião, dormiram muito pouco. Posteriormente, eles avaliaram 80 alimentos diferentes.

Os alimentos saudáveis tiveram sucesso no primeiro teste, já na segunda tentativa, os alimentos menos saudáveis, aqueles ricos em açúcar e gordura foram vistos como uma recompensa da noite mal dormida. Isso acontece porque o lobo frontal do cérebro é reduzido depois de uma noite ruim, e é esta área do cérebro que governa o julgamento, controla os impulsos e a tomada de decisão.

Outros dados mostram que a falta de sono contribui para o aumento do consumo de calorias e alimentos ricos em gordura e açúcar e há várias alterações hormonais que aumentam o apetite.


===================================


Alternativas mais saudáveis
Os Chás Herbalife são bebidas de baixas calorias que contêm chá verde e chá preto. Como não há adição de açúcar, são uma excelente opção de bebida para hidratar o corpo durante o programa de controle de peso. Como não há adição de açúcar, são excelentes opções de bebida para hidratar o corpo. Sabores: Original, Limão, Framboesa e Pêssego
Veja mais em LINHA NUTRIÇÃO






terça-feira, 18 de junho de 2013

Fuja de sete alimentos que aumentam a celulite


Gorduras, açúcares e álcool devem ter espaço reduzido no cardápio

Cremes, drenagem linfática, exercícios físicos e diversos outros recursos para prevenir a indesejável celulite podem perder o efeito se uma alimentação balanceada não fizer parte da rotina. "O excesso de alimentos gordurosos, com alto índice glicêmico e alto teor de sódio, provoca alterações circulatórias, hormonais, imunológicas e físicas que podem causar a celulite", exemplifica a nutricionista Vanessa Albacete, da LC Restaurantes, em São Paulo. Confira a lista de alimentos que, segundo os especialistas, podem aumentar a incidência de furinhos na pele: 
  
Doces

Controlar o açúcar é uma das maiores preocupações de quem luta contra a balança e não deve ser diferente para quem quer fugir da celulite. A nutricionista Bruna Pineda, da Academia Pelé Club, em São Paulo, conta que o açúcar em excesso não é transformado em energia pelo organismo e fica armazenado na forma de gordura. "Nas mulheres, essa reserva de gordura tende a ficar acumulada na pele, gerando inflamações que favorecem os furinhos", explica. De acordo com as orientações da Pirâmide Alimentar, os doces devem corresponder a um máximo de 220 kcal do nosso dia, o equivalente a 50 gramas de chocolate ao leite. 


Gorduras

Frituras e outros alimentos ricos em gordura saturada são os maiores vilões da pele saudável. "É importante lembrar que até os alimentos ricos em gorduras boas transformam-se em gordura trans, gordura saturada, compostos oxidantes e compostos pró-inflamatórios quando aquecidos a altas temperaturas", explica a nutricionista Vanessa Albacete. Todas essas substâncias desencadeiam processos inflamatórios na pele e provocam um acúmulo de gordura localizada, causando ou agravando a celulite. 

Não é preciso, porém, ser radical e cortar completamente as gorduras da alimentação - muitas delas são benéficas à saúde. "Óleos vegetais, sementes, castanhas e frutas como o coco, o abacate e o açaí possuem gorduras boas e devem fazer parte de uma alimentação saudável, desde que consumidos com moderação", orienta a nutricionista.  


Bebidas com gás

Refrigerante e água com gás também podem ser causadores dos furinhos. "Eles favorecem o inchaço, prejudicam a circulação sanguínea e dificultam a irrigação dos tecidos, favorecendo o problema de pele", explica Bruna Pineda. Caso você não consiga ficar sem beber água com gás, limite a ingestão a 200ml por dia. 


Cafeína 

Café e chá mate contêm muita cafeína, um componente diurético que leva à desidratação do organismo quando consumido em excesso. "Em um corpo desidratado, a circulação sanguínea é prejudicada, levando ao aumento da celulite", conta Bruna Pineda. Consuma, no máximo, duas xícaras de café sem açúcar por dia para evitar os furinhos. 


Sódio

Sal de cozinha, caldos prontos, molho de soja e produtos processados devem ser controlados no cardápio. "O sódio em excesso pode levar à retenção de líquido, fator que influencia a formação de celulite", alerta Bruna Pineda. O ideal é não consumir mais 2g de sódio por dia, o que equivale a uma colher de chá de sal. "É interessante observar no rótulo dos produtos industrializados a quantidade de sódio por porção antes de consumi-los, com atenção dobrada aos embutidos, biscoitos, pães, temperos prontos, sucos e refrigerantes", afirma a nutricionista Vanessa Albacete. Aumentar a ingestão de água durante o dia também contribui para a diminuição da retenção de líquido, ajudando o organismo todo a funcionar melhor. 


Carboidratos refinados

Por serem metabolizados mais rapidamente no organismo, os carboidratos refinados são facilmente transformados em açúcares, que viram gordura. De acordo com Vanessa, optar pelos carboidratos complexos (grãos e versões integrais) não só evita a celulite como ajuda a combatê-la: "Os alimentos integrais possuem nutrientes que ajudam o organismo a conter as inflamações, diminuindo os furinhos".  


Álcool

O consumo de bebida alcoólica em excesso pode prejudicar a circulação sanguínea e causar retenção de líquidos. Além disso, Bruna Pinedo conta que o álcool é automaticamente transformado em gordura pelo fígado. Resultado? Acúmulo de gordura localizada e aparecimento das temidas celulites. Quando for beber, o ideal é limitar-se a dois copos de cerveja e ou um de caipirinha.  

Fonte: MINHAVIDA.COM.BR

=========================  X =========================

Linha Body da Herbalife: Pele lisa em dois passos. O uso combinado do esfoliante e do creme delineador ajudará a manter a pele suave e com a textura mais lisa.



Body Buffing Scrub

Loção esfoliante que prepara a pele do corpo para o creme delineador. Deixa a pele mais lisa, macia e com aparência saudável além de ajudar no processo de esfoliação natural.


Body Contouring Creme

Creme Delineador para o Corpo. Creme rico em ingredientes naturais que ajuda a deixar a pele mais lisa e o corpo delineado. Hidrata e ajuda a delinear o corpo. Melhora a textura da pele, deixando-a mais lisa, a absorção e que melhora a aparência de “casca de laranja” da pele.




Para maiores informações sobre produtos, preços, como comprar e oportunidade de negocio, por gentileza entre em contato com a Distribuidora Independente Herbalife.

Trocar o tipo de gordura consumida aumenta chances de sobreviver ao câncer de próstata


Preferir o tipo de origem vegetal reduziu em 29% o risco de morte para pacientes com a doença

O diagnóstico de câncer sempre parece algo fatal e irreversível. Mas e se a alimentação pudesse aumentar as chances de sobrevida após a descoberta da doença? De acordo com pesquisadores da Califórnia, isso é possível, pelo menos para o câncer de próstata. Eles conduziram um estudo em que mostrava a melhora das chances de sobrevivência para homens que trocaram as gorduras animais e parte dos carboidratos por gorduras vegetais. Os resultados foram publicados no dia 10 de junho no Journal of American Medical Association Internal Medicine.

O estudo foi feito com 4.577 homens diagnosticados com câncer de próstata não metastático, acompanhados de 1986 a 2010. E a cada 4 anos eles deveriam responder questionários sobre em que periodicidades eles consumiam cerca de 130 tipos diferentes de comida. No período do estudo, 1.064 morreram por diversas causas, e 315 deles morreram foram devido ao câncer.

Porém, foi verificado, a partir dos questionários, que aqueles que trocaram 10% das calorias diárias consumidas com carboidratos e gorduras animais por gorduras vegetais, apresentaram 29% menos risco de morrer com o câncer, e 26% menos chances de falecer devido a outros quadros. Entre os alimentos incluídos nessa categoria, estavam azeite de oliva e de canola, nozes e abacate, ricos no tipo de gordura monoinsaturada, que é benéfica ao organismo.

Não dá para afirmar categoricamente que esse tipo de alimento previne o câncer de próstata. A conclusão principal do estudo é consumir essas gorduras boas tem um efeito protetor ao organismo.

Alimentos que previnem o câncer de próstata

Além do azeite de oliva, de canola e abacate, outros alimentos ajudam a combater o câncer de próstata. Abaixo você confere a dieta que ajuda a prevenir o câncer de próstata.  

Leite
O leite é uma ótima fonte de vitamina D e cálcio, substâncias que ajudam no processo de apoptose (autodestruição de células que não estão funcionando bem, característica das células cancerígenas). Além disso, essas sustâncias melhoram o funcionamento do sistema imunológico, ajudando a combater doenças. "Consumir até 500 ml de leite por dia realmente ajuda a afastar o câncer de próstata", diz o nutrólogo Roberto Navarro. 

Mas, se consumidos em excesso, o leite e seus derivados podem ter o efeito contrário, aumentando as chances desse tipo de câncer. De acordo com um estudo feito pela Universidade de Harvard, consumir mais do que meio litro de leite por dia pode aumentar em até 20% as chances de câncer de mama e de próstata. "O cálcio em excesso diminui a absorção de vitamina D no organismo, essencial no processo de proteção contra câncer de próstata", alerta o especialista. 

Alho e cebola 
O consumo de alho e cebola pode diminuir em até 30% as chances de câncer de próstata, de acordo com estudo publicado pelo Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos (NCI). Compostos sulfurosos, nutrientes antioxidantes que impedem a ação dos radicais livres, assinam a boa notícia. "Meia cebola ou dois dentes de alho por dia já diminuem as chances desse tipo de câncer", diz o nutrólogo.  

Tomate 
Talvez o mais famoso amigo da próstata, o tomate é rico em licopeno, substância de alto poder antioxidante. Essa proteção pode diminuir em até 33% as chances de desenvolvimento de tumores na próstata, segundo estudo feito pela Universidade de Harvard. Mas atenção: o organismo só consegue absorver o licopeno de alimentos cozidos - o estudo americano mostrou que homens com mais de 50 anos, habituados a consumir molho de tomate ou catchup mais de 10 vezes por semana, podem diminuir em até 50% as chances da doença.

Soja 
Conhecida por ser um alimento bastante versátil, a soja também desempenha um papel importante na hora de prevenir câncer de próstata. "A revisão de vários estudos indica que a genisteína, um tipo de isoflavona, aumenta a capacidade de autodestruição (apoptose) das células cancerígenas", diz o nutrólogo Roberto Navarro. 

Oleaginosas
As oleaginosas, como nozes, amêndoas, avelã e amendoim, são ricas em selênio, mineral com ação antioxidante e que ajuda na renovação das células. "Duas nozes por dia, por exemplo, já suprem as quantidades diárias recomentadas de selênio", diz Roberto Navarro.Além disso, as oleaginosas contêm vitamina E, nutriente que melhora o funcionamento do sistema imunológico.

Vegetais verde-escuros
Vegetais como brócolis couve flor e espinafre diminuem os casos de câncer de próstata. Isso acontece porque esses alimentos são ricos em ácido fólico, nutriente que combate o efeito dos radicais livres nas células. O estudo, publicado na revista especializada Cancer Prevention Research, dos Estados Unidos, recomenda o consumo de pelo menos um vegetal verde por dia para garantir o efeito preventivo. 

Chá-verde 
Beber cinco xícaras de chá verde diariamente pode ajudar a diminuir em 50% o risco de desenvolvimento do câncer de próstata, segundo estudo do Centro Nacional Epidemiológico de Prevenção contra o Câncer, no Japão. O estudo avaliou cerca de 50 mil pessoas, com idades entre 40 e 69 anos para descobrir que a catequina, substância encontrada em abundância na bebida, além de inibir o crescimento das células cancerígenas, também pode reduzir a quantidade de testosterona presente no corpo ? hormônio relacionado ao desenvolvimento do tumor. 

Fonte: MINHAVIDA.COM.BR

Aproveite e conheça o FIBERBOND, Tabletes especialmente formulados com fibras de aveia e beterraba, que auxiliam o funcionamento do intestino, recomendado para quem consome alimentos com alto teor de gordura.
FIBERBOND
Tabletes  formulados com fibras de aveia e beterraba,
fibras que auxiliam o funcionamento do intestino,
recomendado para quem consome alimentos com alto teor de gordura.


segunda-feira, 17 de junho de 2013

Escolhas alimentares saudáveis para o cérebro



Comer uma dieta saudável é importante para uma mente sadia. Saiba como escolher os melhores alimentos do cérebro.

Sabemos que os alimentos são o combustível do corpo, mas uma dieta saudável também pode afetar a saúde mental.

"O cérebro funciona principalmente com açúcar no sangue", diz Jeannie Gazzaniga-Moloo, PhD, RD, porta-voz da American Dietetic Association (ADA). "Para se ter claro o pensamento, precisamos de açúcar do sangue em forma de energia, que começa a partir de alimentos."

Para ter certeza que seu cérebro está bem alimentado, não pule as refeições. O café da manhã é particularmente crucial - você não comeu durante a noite, para que o seu cérebro e seu corpo está com fome. "Você tem o pensamento muito mais claro depois de tomar café da manhã, o que é especialmente importante para as crianças", diz Gazzaniga-Moloo.

Uma dieta saudável para Um cerebo afiado

O que nós comemos pode desempenhar um papel fundamental no funcionamento do cérebro. Algumas boas escolhas alimentares incluem:

Os carboidratos certos. "Os cereais integrais, aveia, frutas e legumes digerir de forma relativamente lenta de modo que obtemos energia firme", diz Gazzaniga-Moloo. Ao escolher cereais integrais, tente cevada, aveia, quinoa e arroz integral, sugere Keri Gans, RD, CDN, e um porta-voz da ADA.

As gorduras certas. comer gorduras saudáveis, especialmente ômega-3, pode ajudar com a função do cérebro, diz Gazzaniga-Moloo. Ômega-3 são encontrados em peixes gordos como o salmão, nozes e óleo de canola e óleo de linhaça. "Em geral, os alimentos que são bons para o fluxo de sangue - grãos integrais, gorduras monoinsaturadas, como abacates, e alimentos ricos em ácidos graxos ômega-3 - pode ajudar as células do cérebro", diz Gans.

Antioxidantes. Algumas pesquisas mostram que os antioxidantes podem diminuir o declínio cognitivo , diz Gans. Alimentos ricos em antioxidantes incluem frutas, nozes e sementes.


Ferro. Mulheres em particular, precisam garantir que eles recebam ferro suficiente. "A pesquisa mostrou que, quando as mulheres apresentam deficiência de ferro, que pode afetar a atenção", diz Gans. Boas fontes de ferro incluem vegetais de folhas verde-escuras, feijão, carne e produtos de soja.

Proteína. Proteina leva mais tempo para o organismo digerir e ajuda a manter o cérebro alimentado. Lembre-se que quando você está com fome, é mais difícil de se concentrar, diz Gans. Comer proteína pode evitar a sensação de fome.

Vitaminas do complexo B. vitaminas do complexo B, incluindo a tiamina, são importantes para a função cerebral. Alcoólicos, que tendem a ter deficiência de tiamina, muitas vezes mostram comprometimento cognitivo, diz Gazzaniga-Moloo. A pesquisa inicial mostra que as vitaminas E e D também podem desempenhar um papel importante na saúde do cérebro, mas são necessários mais estudos.

Comer uma dieta saudável e bem equilibrada irá permitir-lhe obter todos estes nutrientes importantes para a função cerebral. prefira "comer colorido", incluindo frutas e legumes. "Quanto mais cor no seu prato, melhor", explica Gans.

Os efeitos de alimentos não saudáveis na função cerebral

Assim como alguns alimentos podem ajudar a impulsionar o funcionamento do cérebro, outros podem ter um efeito negativo sobre a saúde mental.

Alimentos ricos em gordura. Ele tem um monte de trabalho para o corpo a quebrar uma refeição rica em gordura, diz Gans. Enquanto não há uma linha direta entre alimentos com alto teor de gordura e redução da função cognitiva, a energia necessária para digerir uma grande quantidade de gordura pode levar à fadiga, explica Gazzaniga-Moloo. É difícil pensar claramente quando você está cansado.

Alimentos ricos em açúcar. Quando você consome muito açúcar pode levar picos de alta e baixa glicose, que não são saudaveis, diz Gans. Para evitar isso, deixe de lado os lanches açucarados e os refrigerantes.



Pense sobre a sua bebida para um cerebro afiado

O que você bebe pode ajudar - ou atrapalhar - a função cerebral.

Água. Manter-se hidratado é importante para o bom funcionamento do cérebro, porque "quando estamos desidratados, é a drenagem no corpo", diz Gazzaniga-Moloo. E a água é a melhor bebida para manter seu corpo funcionando perfeitamente. "A água é vital para a produção de energia em nossas células", acrescenta Gans. "Sem ele, nossa transmissão nervosa está comprometida."

Cafeína. Estudos têm demonstrado que a cafeína em quantidades moderadas pode estimular o pensamento das pessoas e alerta, diz Gazzaniga-Moloo.



Álcool. Enquanto beber uma quantidade moderada de álcool não tem sido associada a efeitos negativos sobre o cérebro, quantidades excessivas foram mostrados para levar ao declínio cognitivo. "Um drinque por dia é bom, mas quantidades excessivas de álcool pode prejudicar a memória ea concentração", diz Gans.

Alimentar o seu cérebro não é complicado - muitos dos alimentos recomendados são os mesmos que são recomendados para abastecer seu corpo. Coma de forma inteligente, que seu corpo e seu cérebro vão se beneficiar.


Fonte: Every Day Health, Por Katherine Lee

VOCE GOSTOU DESTE CONTEUDO?

Curta mais dicas na pagina oficial da Consultora Herbalife

FOCO EM VIDA SAUDAVEL
Consultora Independente Herbalife
Espaço Vida Saudável

Centro Empresarial Araguaia (CEA)
Alameda Araguaia, 2044, Alphaville
Torre 1, 1º andar, Sala 107
Cep 06455-906 Barueri SP

whatsapp (011) 97153-0245

Curta nas Redes Sociais:

Grupo Bem Estar Herbalife